Publicações

Você está em: Home > Publicações > Segredos de sobrevivência numa crise.

Segredos de sobrevivência numa crise.

Trouble ahead concept, Businessman with umbrella standing in the rain

A crise econômica financeira e a recessão que assola o pais tem sido um assunto constante na mídia e nos posts, aqui mesmo no Linkedin. Muitos tem escrito sobre os caminhos que um proprietário de uma pequena ou média empresa pode tomar para não ver seu negócio sucumbindo.

Muito se tem lido que o ambiente de negócios atual é semelhante ao darwinismo econômico, onde o mais forte é que sempre sobrevive. Então, como se preparar e ter a certeza de que quando o mercado voltar a subir sua empresa, ou seu negócio, estará no topo da cadeia alimentar financeira e não enterrada com um monte de dividas sucumbindo frente aos fortes? Segue alguns conselhos que acredito ser os mais sensatos e úteis para momentos de crise como vivemos:

ESTABELEÇA UM PLANO DE AÇÃO 

A maioria das empresas enfrentam as crises adotando soluções imediatas e paliativas. Esta postura não resolve a causa dos problemas e muitas vezes acaba gerando outros ainda maiores.

Crises financeiras demandam dois grandes trabalhos por parte da gestão da empresa: identificar as causas que ocasionaram a crise e criar um plano de ação (para resolver os problemas atuais, eliminar as origens e preparar o futuro).

Há inúmeros fatores que podem levar uma empresa a problemas financeiros, mas os mais comuns são as condições econômicas adversas, má administração, excesso de desperdício, falta de competitividade, altos custos e problemas trabalhistas.

FAÇA UMA GESTÃO FINANCEIRA

Na gestão financeira há várias coisas a considerar e algumas delas não são tão óbvias e podem passar despercebidas se esta gestão for, como na maioria dos casos, amadora. Primeiramente considere se todo o dispêndio está sendo feito da maneira mais eficiente e eficaz. Você pode simplificar seus processos para mitigar desperdícios e obter maior eficiência?

Além disso, seu negócio se adapta bem à mudança? A adaptação é a chave para a sobrevivência e nestes tempos sua organização precisa ser capaz de se ajustar desde os custos de produção até o marketing.

Toda empresa, por mais bem administrada que seja, possui despesas e custos que podem ser reduzidos ou eliminados sem prejudicar a qualidade ou os negócios.

RENEGOCIE

Nem sempre a instituição bancária que a empresa utiliza oferece as melhores taxas. Faça uma ampla pesquisa sobre taxas, prazos e garantias necessárias e escolha a que for mais vantajosa para seu negócio naquele momento.

Além disto, nunca veja uma instituição bancária como sua única fonte de crédito. Não só você tem credores, você tem pessoas que lhe devem dinheiro no final do mês. Você tem linhas de crédito com fornecedores que estão enfrentando os mesmos problemas que você. Tenha em mente que precisam de seu dinheiro mas eles não querem perder um bom cliente. Agora é a hora de sentar-se com seus credores e discutir o futuro de seus negócios.

É necessário realizar um estudo sobre quais dívidas podem ser renegociadas e quais devem ser imediatamente pagas. É o caso de alguns tributos, que caso não sejam quitados na data podem gerar problemas ainda maiores para sua empresa (pagamento de juros elevados, suspensão vendas para determinados clientes que exigem certidão negativa de débitos, bloqueio de bens e ações judiciais).

Faça uma análise detalhada de seu fluxo de caixa e tente renegociar as dívidas (prazos e valores) diretamente com seus fornecedores. Mostre que sua empresa não pretende dar golpes, que está apenas passando por dificuldades e precisa de um voto de confiança. Naturalmente que, para sua solicitação ser atendida, sua empresa precisa de um bom histórico de pagamentos.

CONSIDERE OUTRAS OPÇÕES DE MERCADO

Não se esqueça de olhar para a possibilidade de fazer negócios em novos mercados que você pode não ter considerado antes. Seu processo pode ser adaptado para fazer outros produtos que estão fora do seu mercado regular ou você está apto e qualificado a prestar outros serviços inerentes ao seu negócio antes não considerados?

PROCURE NOVOS CLIENTES

Esteja vigilante na procura de novos clientes em potencial pois as perdas nestes momentos são severas. Considere a web e suas ferramentas como uma grande aliada neste sentido. Na otimização de custos e despesas nestas horas dispender valores economizados com a gestão financeira e marketing é uma opção inteligente.

AJA!

Comece se readaptando ao novo mercado que se forma num ciclo de crise. Economize tudo e onde que puder e gaste sabiamente sendo eficiente e eficaz. Mantenha e fortaleça seus relacionamentos de negócios atuais, mas esteja sempre à procura de novos.

Você deve refletir e se necessário pedir ajuda a um profissional para lhe orientar na gestão da sua empresa, pois colocar esses princípios em prática poderá garantir que, ao final de tudo, você acabe sendo um convidado na mesa de jantar dos bem-sucedidos sobreviventes a uma grande crise financeira em vez de ser servido como entrada ou, pior ainda, ser um fóssil num museu da história dos negócios extintos por uma crise.

Que venha 2017 e Sucesso!

 

Outras publicações no Pulse LinkedIn. Leia-as aqui.

Silvio Silva

Silvio Silva

Executivo Financeiro, Outsourced CFO / Controller

Sócio Diretor na Consult Audi

Financial Advisor

Especialista em Finanças Corporativas

Os pontos de vista aqui publicados se referem a opiniões individuais de seus autores não significando, necessariamente, ser esta a opinião da empresas do grupo  CONSULT AUDI, seja a Auditoria e Consultoria empresarial ou a Assessoria e Gestão de negócios.

 

,,,