Publicações

Você está em: Home > Publicações > ERP, Tenho que implementar… e agora?

ERP, Tenho que implementar… e agora?

Já estive a frente de diversos projetos de implementação de sistemas ERP, sistemas de gestão empresarial que integram todos processos no ambiente corporativo, e quero postar aqui algumas considerações sobre estas experiências.

Como auditor já prestei serviços para algumas empresas que tiveram seus ERP´s parametrizados erroneamente convertendo saldos em valores infundados e como Controller estive a frente liderando seleção e sua implementação, inclusive, num ambiente global.

A apresentação de qualquer ERP encanta a todos pois enfatiza as inúmeras vantagens que estes sistemas trazem ao ambiente corporativo como:

  • Reduzir custos;
  • Otimizar o fluxo da informação e a qualidade da mesma dentro da organização (eficiência);
  • Otimizar o processo de tomada de decisão;
  • Eliminar a redundância de atividades;
  • Reduzir os limites de tempo de resposta ao mercado; e
  • Outras

Mas todo cuidado é pouco pois, propositalmente, inúmeras desvantagens são ofuscadas e passam despercebidas pela maioria dos gestores que, obviamente, não detém toda expertise para identifica-las num primeiro momento e mitiga-las no complexo processo de sua implementação. Não se limitando a relação abaixo, posso citar algumas destas desvantagens:

  • A utilização exclusiva de um ERP não torna uma empresa verdadeiramente integrada;
  • Uma implementação envolve altos custos de padronização que muitas vezes não comprovam uma boa relação custo/benefício;
  • É gerada uma onerosa dependência do fornecedor da solução;
  • A empresa se torna engessada pois os módulos são dependentes uns dos outros e cada departamento depende das informações do módulo anterior;
  • Excesso de controle sobre as pessoas, o que aumenta a resistência à mudança gerando desmotivação por parte dos colaboradores.

Mas preciso e tenho que implementar um sistema ERP… o que fazer?

É muito importante identificar e definir o momento ideal para se iniciar um processo de implementação de um sistema ERP mas só o sucesso de um projeto complexo como este pode trazer as vantagens competitivas esperadas e mitigar toda dor de cabeça e dispêndios onerosos que este mesmo projeto pode trazer.

Abaixo elenco alguns fatores que devem ser observados e acompanhados:

  • Escolha do adequado sistema que melhor atenda ás necessidades operacionais de seu negócio;
  • Adequada definição do escopo de toda implementação alinhada com suas necessidades;
  • Tempestiva e constante discussão e acompanhamento de todo cronograma;
  • Assertividade na negociação das propostas dos implementadores da solução;
  • Adequado mapeamento e ajustes dos processos às necessidades de implantação;
  • Determinação dos melhores desenhos e relatórios finais de informação dentro das necessidades dos departamentos;
  • Engajamento de todos colaboradores e principalmente do corpo diretivo.

Frente a todas estas nuances um caso fadado ao sucesso deve se iniciar com a presença de um Especialista em Corporate Finance que auxilie na identificação do melhor software para o seu negócio considerando orçamento, tempo de implementação, disponibilidade de colaboradores, e, obviamente, as suas reais necessidades. Estas escolhas e observações irão mitigar muitas dores de cabeça e podem contribuir muito para o seu projeto. Pense nisto.

Compartilhe no Linkedin: https://goo.gl/pfiqLj

 

Silvio Silva

Silvio Silva

Executivo Financeiro, Business Controller

Sócio Diretor na Consult Audi

Especialista em Corporate Finance

Os pontos de vista aqui publicados se referem a opiniões individuais de seus autores não significando, necessariamente, ser esta a opinião da empresas do grupo  CONSULT AUDI, seja a Auditoria e Consultoria empresarial ou a Assessoria e Gestão de negócios.

,,,,,,,,,,