Publicações

Você está em: Home > Publicações > Em Tempos de Crise….

Em Tempos de Crise….

consultoria1

Podemos dizer que em tempos de crise se distinguem dois tipos de empresas: “as que sucumbem e as que sobrevivem.” Se observarmos as crises anteriores, mesmo em outros países, observaremos que as empresas que sobreviveram aprimoraram sua gestão, cortaram custos e se adequaram a uma nova realidade antes desconhecida.

O Aprimoramento da gestão de qualquer negócio passa pela implementação das boas práticas de mercado no tocante aos diversos controles mantidos não só em custos, mas principalmente em áreas engessadas e silenciosas como a financeira e contábil, e nesta hora se revela a necessidade de uma controladoria.

Uma assessoria em Controladoria atua como um staff da alta administração, e tem como objetivo avaliar o desempenho da organização com base em análises contábeis e financeiras combinadas com outros indicadores relacionados a tecnologia, pessoas, processos internos e resultados esperados.

“A adoção de boas praticas de gestão e a existência de um Controller na organização revela a terceiros uma gestão transparente e diferencia um negócio de  um negócio de sucesso”

O Investimento em uma controladoria pode ter o retorno imediato já nos primeiros meses de atuação destes profissionais com toda reestruturação de processos e controles implementadas, momento em que podem ser identificados diversas oportunidades de saneamento de custos e otimização de resultados.

Neste final de ano está na hora de pensar em como se proteger das intempéries que despontam para 2016 e nesta hora não custa lembrar as sugestões já mencionadas aqui que considero importantes de serem avaliadas na contratação de qualquer serviço de consultoria, principalmente se for um relacionado a de controladoria:

  • Quanto custará o investimento em uma controladoria?  Muitos que contratam os serviços mais baratos estão até hoje aguardando o resultado esperado. O trabalho deve ser remunerado pelo que ele vale, pelo retorno que se espera. Lembre-se que este é um investimento de retorno financeiro e econômico uma vez que a existência de um controller torna a gestão do negocio transparente e profissional a terceiros.
  • Contrate uma consultoria alinhada com a sua empresa. Por mais sociável que seja um Controller sua chegada é vista como quebra de paradigmas uma vez que este chega para interagir em prol de melhorias e novos projetos. Previna-se contra um choque cultural, divergências na linguagem e outras diferenças que podem vir a comprometer o trabalho. Procure conhecer estas diferenças e encontrar alguém que se assemelhe aos valores humanos do seu negócio.
  • Não pague por chancela ou glamour. Uma marca ou um logo não trabalha para você. Consultorias são pessoas, Capital humano. E quando falamos em Controladoria é muito importante saber quem será o profissional responsável. Verificar a experiência individual, o conhecimento técnico, a formação acadêmica, as habilidades gerenciais e interpessoal para conduzir um processo de mudança cultural que um Sistema de Gestão pode requerer e até mesmo, se aplicável, a experiência internacional. Cuidado com empresas que vendem seus serviços com consultores seniores e na hora “H” disponibilizam consultores inexperientes que nada agregarão ao seu negócio.

Tenha a certeza que seguindo estas sugestões você estará fazendo as escolhas certas que te nortearão habilmente neste ano que se inicia.

Sucesso, hoje e sempre!

Não hesite em contatar-nos caso necessite deste apoio. Temos a certeza que podemos ajudar.

Este artigo pode também ser visualizado e compartilhado através do Linkedin Pulse. Clique aqui.

Silvio Silva

Silvio Silva

Executivo Financeiro, Controller

Sócio Diretor na Consult Audi Gestão e Assessoria

Consultor de Gestão

Os pontos de vista aqui publicados se referem a opiniões individuais de seus autores não significando, necessariamente, ser esta a opinião da empresa CONSULT AUDI – Consultoria Empresarial & Auditoria.